sábado, 3 de novembro de 2012

Danças Africanas - Angola - Kizomba


Vamos dar início a nossa série: Danças Africanas já de entrada falando sobre um dos países que mais se identificam com o Brasil. Nesta postagem vamos falar sobre Angola e suas danças típicas. Esse é um dos cinco países africanos que se utilizam da língua portuguesa para se comunicar, além de seus dialetos regionais é claro. Mais por utilizar o português com língua nacional é considerado um país irmão do Brasil. Bom então vamos começar nossa viagem por este universo da dança mostrando um pouco da cultura e magia africanas. Um povo que colaborou e contribui enormemente em volta de todo o planeta com suas culturas e tipos de dança. Hoje basicamente, na raiz de vários estilos de dança ao redor do mundo, encontramos vestígios de influências africanas.

Acompanhem a série completa: DANÇAS AFRICANAS (Dos países que falam a língua Portuguesa)

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

Angola

Angola, oficialmente República de Angola, é um país da costa ocidental de África, cujo território principal é limitado a norte e a nordeste pela República Democrática do Congo, a leste pela Zâmbia, a sul pela Namíbia e a oeste pelo Oceano Atlântico. Inclui também o enclave de Cabinda, através do qual faz fronteira com a República do Congo, a norte. Para além dos vizinhos já mencionados, Angola é o país mais próximo da colônia britânica de Santa Helena (território). Angola foi uma antiga colónia de Portugal, com o início da presença portuguesa no século XV, e permaneceu como colónia portuguesa até à independência em 1975. A capital e a maior cidade de Angola é Luanda.

Dança Kizomba

Kizomba é um gênero musical e de dança originário de Angola, erradamente confundido com o Zouk, devido ao ritmo ser muito semelhante. Em Portugal a palavra "kizomba" é usada para qualquer tipo de música derivada do zouk, mesmo que não seja de origem angolana. Nos anos 50/60 em Angola dançava-se nas grandes farras, conhecidas por "kizombadas" muitos estilos musicais tipicamente angolanos, como o Merengue angolano o Semba a Maringa e o Caduque (que deu origem à Rebita).

O Kizomba, como dança, tem origem exatamente nessas farras, com dançarinos de renome como Mateus Pele do Zangado, João Cometa e Joana Perna Mbunco ou Jack Rumba que eram os mais conhecidos e escreviam no chão, as passadas notórias dos seus estilos de exibição ao ritmo do Semba. Estas passadas, evoluíram com o tempo para um estilo mais lento acompanhando também um ritmo menos corrido do Semba, já típico na década de 70 e conhecido por Semba lento, um ritmo menos tradicional mas mais do agrado dos jovens, tornando-se uma mescla de ritmos e de sabores, uma dança plena de calor e de sensualidade que propicia uma verdadeira cumplicidade e empatia entre os pares. Este estilo começou a evoluir entre 1980 e 1981 com grupos como Os Fachos, um grupo ligado às FAPLA e liderados por Abel da Samba e os Afro Sond Star que misturavam o Semba lento com a Kilapanda levando ao aparecimento do ritmo conhecido por Kizomba.

O termo Kizomba surge também ligado ao estilo em 1981, através do "Bibi o rei da passada", percussionista dos SOS, um grupo que juntando outros estilos, como o Merengue angolano, aos ritmos desenvolvidos pelos outros grupos contemporâneos, desenvolveram uma sonoridade mais apetecível e dançante que começou a circular pelas farras angolanas. Um dos membros deste grupo era Eduardo Paim que, após a dissolução dos SOS, se mudou para Portugal levando com ele o ritmo Kizomba, que começou a granjear adeptos em terras Lusas mas erradamente confundido com uma variante do Zouk.

Estrutura musical

O Kizomba é normalmente marcado por uma batida forte em ritmo 4/4, dado por um tambor grave como o surdo, acompanhado por uma melodia dada por um prato de choque. Na introdução e durante as pontes, a batida forte é muitas vezes omitida, ficando apenas a melodia dada pelo prato de choque e pelos outros instrumentos da bateria.

Confusões com o Zouk

O Zouk surge nas Antilhas no inicio dos anos 80 pela mão do grupo Kassav', através de uma mistura entre o Calipso, um estilo musical afro-caribenho, e a Makossa, um estilo musical originário das regiões urbanas do Camarões (daí o ser tão parecido ao Kizomba), e aparece na Europa, onde se impõem com esse nome, em 1985 através da música "Zouk la sé sèl médickaman nou ni" que cunhou o estilo com o nome Zouk. É de notar que Zouk não era o nome do estilo musical, de facto os Kassav' nunca tinham atribuído esse nome ao estilo que desenvolveram, significando Zouk em Crioulo do Haiti, farra. Por outras palavras o nome da musica em português é "A farra é o único medicamento que temos". Como na França pouca gente entendia o Crioulo, e o nome que sobressaia do titulo era Zouk, o estilo passou a ser conhecido por Zouk.

É nesse contexto, que muitos emigrantes cabo-verdianos na França, tomam contato com o Zouk e misturam o Zouk com a Coladeira, criando o Cola-Zouk, um derivado muito semelhante ao Kizomba e tipicamente cantado em Crioulo de Cabo-verde. É este ritmo que se confunde com o Kizomba e que se ouve por Portugal quando Eduardo Paim ai chega e lança o seu primeiro disco com Kizombas, sendo acusado de criar uma má imitação do Zouk.
Presentemente, nos países e comunidades lusófonas espalhadas pelo mundo, e devido ao fato de ser muito difícil distinguir entre Zouk, Cola-Zouk e Kizomba, todas esses estilos são chamados de Kizombas, no entanto de uma forma rude e genérica pode-se dizer que Zouk é cantado em francês, Colá-Zouk em crioulo de Cabo-verde e Kizomba em português.

Acompanhem a série: Danças Africanas na postagem índice: http://mundodadanca1.blogspot.com/2012/11/serie-dancas-africanas.html


Sobre o Autor:
Roger Dance Roger Dance é dançarino, coreógrafo e blogueiro. Estudioso dessa arte pretende dividir seu conhecimento com todos os amantes da Dança. Autor dos Blogs: Mundo da Dança "Tudo Sobre Todas as Danças" - e do Movimento Paulínia. Saiba mais sobre o Autor

E-book Dança Gospel - Blog Mundo da Dança está lançando seu primeiro E-book - Dança Gospel - COMPRE SEU EXEMPLAR AQUI ** Tudo o que você precisa saber para Louvar e Evangelizar !!! **Leia a matéria de lançamento do E-book - Clique aqui.
Faça uma Doação ao Mundo da Dança - Porque ajudar? Saiba como e ainda ganhe um Brinde!

0 comentários:

Postar um comentário