Vote Mundo da Dança na 5º Edição Prêmio Top Blog 2013

VOTEM no blog "Mundo da Dança" !!! Que esta concorrendo pelo quarto ano consecutivo ao Prêmio Top Blog 2013 na Categoria "Arte e Cultura"

E-book Curso Dança Gospel - Tudo sobre esse estilo !!!

Mundo da Dança esta lançando o seu primeiro E-book - Curso Dança Gospel. Realize a "EVANGELIZAÇÃO" e "ADORAÇÃO" à Deus através da dança...

Série - Volta ao Brasil em 27 Danças

Série sobre Danças Folclóricas de todo o Brasil. Fazendo uma viagem pelos 27 Estados da Federação. Lindo trabalho de pesquisas sobre a Dança...

Série: Danças Africanas

Esta nova série de postagens irá mostrar as Danças Africanas de 5 países de expressão portuguesa, ou seja que usam a língua portuguesa para se expressarem. Espero poder contribuir ricamente para o conhecimento e estudos sobre esse assunto. E valorizar ainda mais o povo africano pela sua enorme contribuição na cultura mundial.

Festivais, Workshops e Espetáculos - Mundo da Dança

Agora o blog Mundo da Dança conta com uma novidade. Dentro do Blog temos as páginas estáticas que mostram apenas assuntos em separado. Assim desse modo fica muito simples e fácil ficar por dentro de algumas notícias tais como: Os principais Festivais, Espetáculos e Workshops que noticiamos aqui no blog.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Prêmio Top Blog - Mundo da Dança entre os TOP 100 finalistas !!! VOTE !!!


Prêmio Top Blog 2013/2014 - Mundo da Dança entre os Top 100 Finalistas


Mais uma vez e com uma enorme alegria que o Blog Mundo da Dança esta entre os 100 finalistas do Prêmio Top Blog Brasil pelo 3° ano consecutivo. Que bom saber que meu trabalho aqui como blogueiro e amante da dança esta sendo reconhecido por todos os seguidores e simpatizantes do MD.

Quem quiser saber um pouco mais sobre o Autor é só visitar minha página de apresentação: Roger Dance

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


Então dessa forma venho pedir carinhosamente que me ajudem a passar para o 3° turno de votações, que levará o Blog Mundo da Dança ficar entre os 30 finalistas para ganhar o Prêmio do Top Blog Brasil. É bastante simples e pode ser feito a votação em apenas alguns minutos.

VOTEM AQUI !!!





Como já à alguns anos podem utilizar o perfil do Facebook para estarem votando. Ou também através de um E-mail. Como se explica na página de votação, vocês podem se utilizar dos dois meios para votar. Conto com todos para colocar o Mundo da Dança em lugar de destaque.

Um forte abraço e vamos em frente !!!

Quem quiser ler um pouco da matéria sobre as estatísticas e números de crescimento do Blog Mundo da Dança é só clicar neste link: Mundo da Dança na 5° edição Prêmio Top Blog 2013


terça-feira, 1 de abril de 2014

Aberto credenciamento de Imprensa Arnold Classic Brasil 2014


REGULAMENTO DE IMPRENSA ARNOLD CLASSIC BRASIL 2014

O Arnold Classic Brasil dá as boas-vindas para todos os membros de veículos de imprensa que realizam o pedido de credenciamento com interesse em cobrir os diferentes eventos que o Arnold Classic Brasil envolve.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


CREDENCIAMENTO

Poderão se credenciar para fazer a cobertura jornalística do Arnold Classic Brasil 2014 todos os profissionais comprovadamente registrados em veículos de comunicação. Se houver necessidade, a assessoria de imprensa poderá solicitar documentação para comprovar a atividade do profissional credenciado dentro do veículo de comunicação. O credenciamento será realizado apenas de forma on-line pelo site oficial do evento www.arnoldclassicbrasil.com.br até o dia 15 de abril. Não serão aceitos pedidos após o prazo citado. O preenchimento da solicitação de credenciamento não implica na aprovação imediata, que passará por avaliação do cadastro. A confirmação (resposta) será realizada por e-mail. Todos os pedidos serão analisados.

EVENTO DE INTERESSE

É imprescindível que o profissional selecione o evento de interesse na ocasião do credenciamento. Entenda-se por "Expo" toda a feira de nutrição esportiva, além das competições que acontecem no Riocentro, tais como Strongman, Pole Dance, Pula Corda, Extreme, Octógono/MMA, Luta de Braço, Totó, entre outras. Os veículos que optarem por "BB PRO" estão solicitando credenciamento unicamente para o evento Bodybuilding PRO, competição de fisiculturismo profissional que será realizada no Citibank Hall.

NÚMERO DE INSCRITOS

Haverá limite para credenciamento de profissionais de imprensa por veículo no Arnold Classic Brasil 2014. O credenciamento será concedido para emissoras de rádio e televisão, jornais, revistas, sites e agências de notícias. A assessoria de imprensa decide o número de credenciais a serem emitidas para cada veículo. NÃO SERÃO credenciados os profissionais de outros setores dos veículos de comunicação, como comercial, recursos humanos, entre outros.
Não serão aceitos pedidos de credenciamento de profissionais ou empresas que prestem serviços de Assessoria de Imprensa. Exceções eventuais deverão ser solicitadas à RPM Comunicação para posterior análise. Estas deverão ser enviadas para o e-mail: flavia@rpmcom.com.br.
Para definir o número de credenciais concedidas a cada veículo de comunicação, será levado em consideração a cobertura e divulgação efetivamente realizadas pelos diversos veículos, bem como sua área de atuação e abrangência, incluindo nestes dois últimos itens, circulação e/ou audiência.

DIREITO DE RECUSA 

Nós nos reservamos no direito de recusar as credenciais para imprensa, sem causa, durante o pré-credenciamento. Devido à alta demanda, as credenciais para imprensa são limitadas. O Arnold Classic Brasil não envia credenciais com antecedência.

ENTREGA DAS CREDENCIAIS

Aqueles que forem cobrir a exposição no Riocentro deverão retirar a credencial no próprio local, a partir das 9 horas do dia 25 de abril. Os veículos interessados em cobrir o Bobybuilding Pro deverão retirar suas credenciais no dia 26 de abril, no Citibank Hall, a partir das 16h30.

DIREITOS EXCLUSIVOS DE MÍDIA 

O Arnold Classic Brasil retém os direitos exclusivos de mídia (incluindo, mas não limitados, os direitos de transmissão, cabo, áudio, home vídeo, internet, ou quaisquer outras gravações ou descrições agora conhecidas ou futuras) de todos os eventos. O uso de qualquer informação, imagem, vídeo, foto, reprodução ou áudio adquirido no Arnold Classic Brasil 2014 é estritamente proibido se não for para cobertura jornalística.
Para evitar dúvidas, nenhuma pessoa deverá usar qualquer conteúdo descrito acima de qualquer maneira comercial, exceto com o consentimento prévio por escrito do Arnold Sports Festival.


Festival o Boticário na Dança - 2014


Festival O Boticário na Dança abre bilheteria para 2ª edição em 14 de março

Evento reúne algumas das principais companhias do mundo entre 29 de abril e 8 de maio para apresentações em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e, pela primeira vez, em Recife

O Festival O Boticário na Dança chega à sua segunda edição com apresentações nas cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR) e, pela primeira vez, na Região Nordeste do país, em Recife (PE). O evento, parte da plataforma de patrocínio de O Boticário, estreia em 29 de abril na capital paulistana com o espetáculo iTMOi, da renomada companhia inglesa Akram Khan. Durante dez dias de apresentações, alguns dos mais conceituados grupos nacionais e internacionais dividem o palco, consolidando o evento como um dos mais importantes do segmento no país. Os ingressos começam a ser vendidos na próxima sexta-feira (14).

Além da companhia inglesa, fazem parte da programação a israelense Batsheva Ensemble, duas montagens do grupo chinês TAO Dance Theater e a bailarina canadense Louise Lecavalier - todos com espetáculos inéditos no país. Quatro grupos brasileiros de diferentes regiões do país, apoiados pela plataforma O Boticário na Dança, completam a programação o que há de melhor na dança nacional: a companhia Focus, do Rio de Janeiro (com duas montagens), Cisne Negro, de São Paulo, Primeiro Ato, de Minas Gerais, e o Balé Teatro Guaíra, de Curitiba.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


"Nesta segunda edição, ampliamos o Festival incluindo Recife na programação, uma das mais importantes cidades do Nordeste e, sem dúvida, um dos grandes pólos culturais brasileiros. Incluímos também mais uma companhia nacional no evento, reforçando a proposta maior desta plataforma que é contribuir para o desenvolvimento da dança no país", diz a diretora de Branding e Comunicação de O Boticário, Ana Ferrell. "O Festival O Boticário na Dança" é uma combinação única do que há de mais belo e representativo na dança brasileira e mundial."

Produzido em parceria com a Dueto Produções, o festival é realizado com recursos das leis de Incentivo Federal e Estadual do Rio de Janeiro e traz um panorama da diversidade da arte no mundo. "Mais uma vez, a curadoria internacional do festival foca em trabalhos artísticos relevantes dentro do panorama mundial da dança contemporânea. Com companhias de origens distintas e estilos inteiramente diversos, será uma rara e fecunda oportunidade para o público e profissionais de dança", diz a diretora da Dueto, Monique Gardenberg. O evento tem como curadores Sheyla Costa (nacional) e Dieter Jaenicke (internacional).

Ingressos

As apresentações acontecerão de 29 de abril a 4 de maio no Auditório Ibirapuera, em São Paulo, e entre 30 de abril até 4 de maio no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. De 5 a 7 de maio é a vez do Teatro Guaíra, em Curitiba, receber o Festival, que se encerrará em Recife, com exibições nos dias 7 e 8 do mesmo mês no Teatro de Santa Isabel. Os ingressos serão vendidos a preços populares, entre R$ 10 e R$ 60, dependendo da praça e das áreas do teatro.

Os ingressos poderão ser adquiridos nas bilheterias dos teatros e também pela internet (com exceção de Recife). O público das capitais e regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro poderão obtê-los por meio do site www.ingresso.com. Para Curitiba, também será possível fazer a compra pelo portal do Teatro Guaíra (www.tguaira.pr.gov.br).

Sobre a plataforma O Boticário na Dança

O Festival é um marco da plataforma O Boticário na Dança, que consolida a marca como uma das grandes apoiadoras da dança no Brasil. Neste ano, serão patrocinados 39 projetos, totalizando investimentos de mais de R$ 5,4 milhões via leis de incentivo a companhias, festivais, mostras, cursos de formação e outras atividades ligadas à arte - como livros e vídeos.
Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento cultural e a valorização da dança como expressão artística no país, O Boticário na Dança expandiu sua plataforma de patrocínios, lançada em 2013, chegando a 14 estados brasileiros em 2014.

Sobre O Boticário

O Boticário é uma unidade de negócio do Grupo Boticário. Fundada em 1977, em Curitiba (Paraná), a empresa tem hoje a maior rede de franquias do Brasil e conta com mais de 900 franqueados e 3.600 pontos de vendas em cerca de 1.700 cidades brasileiras. Seus produtos têm preços acessíveis, sofisticação e tecnologia de ponta. São mais de 1.100 itens, entre maquiagem, perfumaria e cuidados pessoais, como cremes, protetores solares, loções, desodorantes, shampoos, sabonetes, entre outros.


Programação completa:

São Paulo
29.04 - Akram Khan
30.04 - Louise Lecavalier
01.05 - TAO Dance Theater
02.05 - Focus Cia de Dança
03.05 - Batsheva Ensemble
04.05 - Batsheva Ensemble

Rio de Janeiro
30.04 - Batsheva Ensemble
01.05 - Akram Khan
02.05 - Louise Lecavalier
03.05 - TAO Dance Theater
04.05 - Cisne Negro / Bale Teatro Guaíra

Curitiba
05.05 - Akram Khan
06.05 - Focus Cia de Dança
07.05 - Batsheva Ensemble

Recife
07.05 - Primeiro Ato
08.05 - TAO Dance Theater


SERVIÇO:

São Paulo-SP
Data: 29 de abril a 4 de maio
Horário: 21 horas
Local: Auditório Ibirapuera
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n - Parque Ibirapuera
Preço: R$ 20
Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do auditório ou pelo site www.ingressos.com.br
Informações: (11) 4003-2330 (capitais e regiões metropolitanas)
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.

Espetáculo aberto ao público no Parque Ibirapuera, dia 4, a partir das 18 horas.

Rio de Janeiro-RJ
Data: 30 de abril a 4 de maio
Horário: 21 horas
Local: Theatro Municipal
Endereço: Praça Marechal Floriano, s/n - Centro
Preço: de R$ 10 a R$ 60
Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo site www.ingressos.com.br
Informações: Rio de janeiro - (21) 4003-2330 (capitais e regiões metropolitanas)
Importante: a administração do Theatro Municipal do Rio de Janeiro proíbe a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga, bem como chinelos (exceto para crianças até 10 anos).
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.

Curitiba-PR
Data: 5 a 7 de maio
Horário: 21 horas
Local: Teatro Guaíra
Endereço: Rua Quinze de Novembro, 971 - Centro
Preço: de R$ 20 a R$ 60
Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo site www.tguaira.pr.gov.br
Informações: (41) 3304-7900 ou (41) 3304-7999
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.

Recife-PE
Data: 7 e 8 de maio
Horário: 21 horas
Local: Teatro de Santa Isabel
Endereço: Praça da República, s/n - Bairro de Santo Antônio
Preço: R$ 60
Menores de 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsável legal.


Sobre as companhias:


AKRAM KHAN COMPANY

Fundada em 2000 pelo coreógrafo Akram Khan e pelo produtor Farooq Chaudhry, a Akram Khan Company atravessou fronteiras com suas narrativas artísticas instigantes. Uma das companhias de dança mais inovadores e importantes do momento, é reconhecida por suas colaborações interculturais e interdisciplinares que desafiam as convenções e formas de dança tradicionais, com temas que abordam questionamentos inusitados, humanos e que levam a plateia a novos lugares sempre abraçando outras culturas e disciplinas e, sobretudo, com um trabalho coreográfico cuja marca é o fascínio em contar histórias, comunicar ideias inteligentes, corajosas e que trazem consigo o reconhecimento, o sucesso artístico e comercial. Sua linguagem tem raízes no clássico, Kathak e na técnica moderna.

Espetáculo: iTMOi

Celebrando o centenário de Sagração da Primavera, de Igor Stravinsky, iTMOi (in The Mind Of igor) foi concebida pelo coreógrafo e dançarino Akram Khan, tendo como premissa explorar o modo com que Stravinsky revolucionou o mundo da música clássica evocando seus padrões e interrupções e construindo uma conexão ao redor de um Ritual de Sacrifício. Com trilha sonora original por Nitin Sawhney, Jocelyn Pook e Ben Geada e a Akram Kham Company, um grupo de 11 bailarinos de diferentes nacionalidades e escolas, iTMOi revela um mundo onde conceitos de belo e feio são quebrados revelando o quão próximo e interdependentes são.

Site oficial: http://www.akramkhancompany.net/
iTMOi: http://www.akramkhancompany.net/html/akram_production.php?productionid=47


BATSHEVA ENSEMBLE

Aclamada por público e crítica, a Batsheva Dance Company é considerada uma das mais importantes companhias de dança contemporânea do mundo. Juntas, Batsheva e Batsheva Ensemble, são compostas por 34 bailarinos de várias partes do mundo. Aclamado como um dos coreógrafos contemporâneos mais proeminentes, Ohad Naharin assumiu a direção artística em 1990, e desde então ela vem se destacando no cenário internacional por uma linguagem nova, uma atuação audaciosa e cheia de vigor. A Batsheva Dance Company foi fundada como uma companhia de repertório, em 1964, pela Baronesa Batsheva de Rothschild, que convidou Martha Graham como a primeira conselheira artística da companhia. Desde 1989, está sediada no Centro Suzanne Dellal em Tel Aviv.

Espetáculo: Deca Dance

Sua primeira versão foi criada em 2000 pelo coreógrafo israelense Ohad Naharin para celebrar os 10 primeiros anos de seu trabalho com o Batsheva. Colocando em destaque as muitas facetas de seu repertório, Naharin reconstruiu sua obra redesenhando e criando uma experiência totalmente nova. Deca Dance é um outro olhar sobre o repertório de Naharin, desde seus momentos mais extravagantes até aos mais íntimos, uma obra em movimento constante, sempre se modificando, se reinventando, sendo recriada. Com 17 bailarinos em cena, Deca Dance é uma coreografia mutante em que cada novo "mix" tem seu sabor próprio e especial.

Site oficial: http://www.batsheva.co.il/en/
Deca Dance: http://www.youtube.com/watch?v=ktlzJ9IDjwE


LOUISE LECAVALIER

Nascida em Montreal, Louise Lecavalier estudou balé clássico e dança moderna em Montreal e Nova York. Tornou-se profissional em 1977, e começa a aparecer como criadora em 1982, com o solo de "No, No, No eu não sou Mary Poppins". Em 1985, tornou-se a primeiro canadense a ganhar um prêmio Bessie em Nova York. Em 2012, coreografa a primeira parte de "So Blue", com estreia mundial em 2012, pelo Tanzhaus NRW em Dusseldorf. Em 2008, recebeu a comenda Oficial da Ordem do Canadá; em 2011, foi nomeada Personalidade da Dança do Ano, pelo Sindicato de Dança Frances e a União de críticos de Arte da França; e no mesmo ano tornou-se a primeira vencedora do Prix de la danse de Montréal. Em 2013, ganhou um dos prêmios de maior prestígio no mundo da dança, Premio Léonide Massine, na categoria Most Outstanding Female Dancer of the Year.

Espetáculo: So Blue

Louise Lecavalier e seu partner Frédéric Tavernini criam uma atmosfera de alta tensão, um trabalho marcado pela música visceral de Dede Mercan. Tão rápido como o pensamento, o corpo é quem dita as suas leis e transgride seus limites. Velocidade, lentidão, abstração, teatralidade: todos meios para expressar o corpo. Em So Blue, o corpo torna-se uma "arte viva", entre a escultura, a performance e a dança. Sequências ágeis contrastam com as mais lentas, outras mais fluidas, rigidamente controladas ao ponto de abandono. Quase todos os movimentos são inspirados em gestos simples do cotidiano que se tornam extremos quando repetitivos, decompostos ou cumulativos.

Site oficial: http://www.louiselecavalier.com/
So blue: http://www.youtube.com/watch?v=gAnD1vuVrOg


TAO DANCE THEATER

Desde sua Fundação, em 2008, a TAO Dance Theater tomou de assalto o mundo de dança na China. Tem sido destaque em festivais de dança moderna em todo o continente asiático e colaborado, na China, com expoentes de todas as artes: teatro, música, cinema, artes visuais e instalações multimídias. Foi a segunda companhia chinesa de dança contemporânea depois de Guangdong Modern Dance Company, em 1997, a ser convidada para se apresentar no American Dance Festival, e a primeira a ser companhia residente por seis semanas no ADF. Em 2012, foi convidada a se apresentar no Lincoln Center Festival, a primeira companhia chinesa convidada a se apresentar no Festival de Dança da Primavera na Sydney Opera Houser. Criadora de uma linguagem própria de movimentos, a TAO também se dedica à dança como expressão de arte e de educação, com programa de workshops e aulas intenso.

Espetáculos:

4
É como se uma onda magnética movimentasse os quatro bailarinos que ora puxam, ora embalam, ora separam, e ora se unem sem que se toquem. A música é do compositor chinês de indie-folk-rock, Xiao He.

5
Encontramos cinco bailarinos, que na verdade mais do que tocar-se fisicamente, nunca se separam e se movimentam formando uma massa humana. As obras são uma continuação do trabalho do coreógrafo Tao Ye, uma experimentação onde ele explora o potencial do corpo humano como elemento visual sem a preocupação de contar histórias ou representar. O coreógrafo acredita que uma única palavra ou frase é insuficiente para resumir uma obra de dança contemporânea teatral e expõe e liberta para o publico a livre imaginação.

4: http://www.youtube.com/watch?v=4uMsXniWCHI
5: https://www.youtube.com/watch?v=GnCo_4iCApw


CISNE NEGRO CIA DE DANÇA

Originalidade, ousadia constante preocupação com a formação de novas plateias fazem da Cisne Negro uma das mais respeitadas companhias contemporâneas da atualidade. Com uma respeitada carreira internacional, sucesso de crítica e público, surgiu em São Paulo da união de dois universos, dançarinos e atletas, que resultou em uma dança espontânea, energética, e de grande qualidade técnica e artística. Os trabalhos da companhia inserem-se no panorama contemporâneo da dança tanto no Brasil quanto no exterior com repertório que inclui diferentes coreógrafos: Ana Maria Mondini, Denise Namura, Vasco Wellencamp (Portugal), Gigi Caciuleanu, Patrick Delcroix (França), Janet Smith e Mark Baldwin (Inglaterra), Júlio Lopes e Luis Arrieta (Argentina), Michael Bugdahn (Alemanha), Victor Navarro (Espanha), Itzik Galili e Barack Marshall (Israel), este último oriundo da Batsheva Dance Company.

Espetáculo: Monger

Sra. Margareth, com excertos de Monger, é uma adaptação de Barak Marshall para a companhia Cisne Negro. É um trabalho de dança-teatro para 12 bailarinos, e conta a história de um grupo de funcionários, preso no porão da casa de uma patroa abusiva. O movimento de Marshall é físico, afiado, rápido, com argumentos étnicos contemporâneos emotivos, visuais e teatrais. A estrutura da peça de narrativa é traçada a partir de várias fontes, incluindo a vida e a obra de Bruno Shultz e Jean Genet "As Criadas". A trilha combina elementos da música cigana e do sudeste europeu, passando pela música clássica e rock.

Site oficial: http://www.cisnenegro.com.br/


PRIMEIRO ATO

O grupo de dança Primeiro Ato, sob a direção de Suely Machado, realiza um trabalho em dança contemporânea, que celebra a diversidade por meio da dança. Essa é sua marca principal desde o início das atividades, em 1988. Companhia mineira, de Belo Horizonte, tem como carimbo subverter padrões e trabalhar com bailarinos, temas e formas de expressão das mais variadas possíveis. Uma assinatura múltipla, conforme define a diretora e fundadora Suely Machado. A ideia de formar o grupo surgiu quando algumas bailarinas, incluindo Suely, voltavam de uma apresentação no interior de Minas. Elas imaginaram o quanto seria interessante se, no lugar de criarem um grupo tradicional, tivessem um coro de diversidade, de pessoas que trouxessem influências diferentes para o mesmo coletivo. Daí surgiu o conceito do Primeiro Ato. A cada novo trabalho, os horizontes se ampliam. Novos temas, colaborações com outras manifestações artísticas, cada vez mais criando uma fusão um processo de intercâmbio para o universo da dança.

Espetáculo: Pó de Nuvem

Os coreógrafos Denise Namura e Michael Bugdahn propõem a travessia de uma temporalidade onde o passado, presente e futuro se misturam para se tornar um tempo além do tempo. Neste espetáculo, organizado como um livro com capa, capítulos e contracapa, dois grandes mineiros serão companheiros de viagem: João Guimarães Rosa e Milton Nascimento, suas vidas e obras. O público é conduzido para um universo marcado de humor e poesia, carregado do gestual e da escritura que lhes são próprios. Os coreógrafos se inspiram no som, no cheiro, na textura, no peso de uma simples palavra, de uma nota só, para transformar este material em estados emocionais fortes.

Site oficial: http://primeiroato.com.br/


FOCUS CIA DE DANÇA

Focus Cia de Dança e Alex Neoral. Ambos se confundem desde 1996 quando alguns bailarinos decidem que estar em cena é mais do que fundamental, é uma necessidade vital. Alex Neoral, inquieto, criativo, ousado. Ideias e precisão. Deste encontro explode nos palcos a Focus, uma das mais atuantes companhias de dança cariocas, que a cada ano vem traçando sua trajetória de sucesso. Desde sua estreia, apresentou nada menos que 13 criações. Entre 2010 e 2011, passou por 32 cidades francesas, e participou da Bienal da Dança de Lyon. O último espetáculo, As Canções que Você Dançou pra Mim (inspirado na obra de Roberto Carlos), foi apresentado 85 vezes em 2012, número digno de grandes companhias internacionais.

Espetáculos:

Ímpar

Em ÍMPAR, os sete bailarinos passam por texturas de movimentos distintas, que são essenciais para identificar que tudo está em constante transformação. Porém, essa narrativa aparece dividida em nove cenas, que foram embaralhadas e estão fora de sua ordem. Instaura-se um quebra-cabeça de movimento, onde o trabalho joga com a memória e a percepção do público. A ideia é desmembrar os acontecimentos que são mostrados de ordem não cronológica.

As Canções que Você Dançou pra Mim

Alegria, amor, ciúme, reencontros ao som de Roberto Carlos. O espetáculo tem uma proposta simples, mas não ingênua. Uma simplicidade sofisticada e delicada. No palco, quatro casais de bailarinos são embalados em uma montagem cuidadosa de 72 canções do "rei Roberto", que revela o humor de uma viagem ao Brasil das décadas de 60 a 90, evocando histórias confessadas e memórias pessoais inconfessáveis.

Site oficial: http://www.focusciadedanca.com/
Ímpar - http://www.youtube.com/watch?v=0YEsflgRV5s
Canções: https://www.youtube.com/watch?v=QGfzS7Y9PtU


BALÉ TEATRO GUAÍRA

O Balé Teatro Guaíra é uma das mais importantes companhias oficiais do país graças a sua representatividade histórica, com obras e turnês consagradas. Foi criada pelo Governo do Estado do Paraná em 1969, e teve como seus primeiros diretores Ceme Jambay e Yara de Cunto, sucedidos por artistas como Yurek Shablewski, Hugo Delavalle e Eric Waldo. Em 1979, o coreógrafo português Carlos Trincheiras assume a direção até 1993. Neste período a companhia ganha reconhecimento internacional com destaque para a obra O Grande Circo Místico. De 1994 a 2011 diferentes diretores, com suas diferentes visões, contribuíram com a construção da história desta companhia. Além das criações dos próprios diretores, coreógrafos de diferentes estilos realizaram mais de 130 coreografias que compõem seu repertório. Com a atual direção de Cintia Napoli, mantém-se conectado à contemporaneidade, trazendo propostas ousadas e autênticas, sem perder de vista a tradição.

Espetáculo: A Sagração da Primavera

A primeira apresentação de A Sagração da Primavera em 29 de maio de 1913, em Paris, marcou o início do modernismo. Com um estilo de dança nunca antes apresentado, uma música de estrutura completamente original, o compositor Stravinsky e o coreógrafo Nijinsky chocaram quem estava lá. A obra conta a história de uma jovem que é escolhida para ser sacrificada como oferenda ao deus da primavera em um ritual primitivo, a fim de trazer boas colheitas para a tribo. Desde então, Sagração foi interpretada e relida pelos maiores coreografos do mundo. A versão com o Balé Teatro Guaíra, da coreógrafa portuguesa Olga Roriz, é ousada, sensual e viceral. Não há vítima, a eleita, ainda que sua escolha signifique a morte, abraça sua missão como uma honra, bate no peito e sorri desafiadora.

Site oficial: http://www.teatroguaira.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=2


Informação à imprensa:

RPM Comunicação
Coordenação: Érica Avelar
erica@rpmcom.com.br - Tel.: (21) 3478-7437 / 98272-2337
Atendimento: Ana Duék
anaduek@rpmcom.com.br - Tel.: (21) 3478-7435

Assessoria de Imprensa (interna)
Atendimento/Institucional: Cinthia Scheffer
cinthials@grupoboticario.com.br - Tel.: (41) 3375-9303 / 8865-8545
Coordenação: Estela Matsumoto
matsumotoe@grupoboticario.com.br - Tel: (41) 3381-7041 / 8882-5678


quinta-feira, 27 de março de 2014

Edital e Inscrições - Audição - Escola Bolshoi


Atenção dançarinos do Brasil. Já esta aberta a temporada de audições para a escola Bolshoi !!! Fiquem atentos ao cronograma e participem. Podem colher maiores informações no site oficial da Escola ou cliquem nos links disponíveis logo abaixo. Boa sorte a todos !!!

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


Audição Julho/2014 (Joinville/SC) - Clique aqui e veja o edital da Audição do mês de Julho de 2014 da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Inscrições em breve!

Pré-indicação (Governador Valadares/MG) - Clique aqui e veja o edital da Pré-indicação na cidade de Governador Valadares/MG. Clique aqui e faça a sua inscrição para participar da Pré-indicação em Governador Valadares/MG.

Pré-indicação (Ceres/GO) - Clique aqui e veja o edital da Pré-indicação na cidade de Ceres/GO. As inscrições podem ser feitas do dia 20 de março até16 de maio de 2014, no Centro Cultural de Ceres.

Pré-indicação (Mineiros/GO) - Clique aqui e veja o edital da Pré-indicação na cidade de Mineiros/GO. Clique aqui e faça a sua inscrição para participar da Pré-indicação em Mineiros/GO.



terça-feira, 18 de março de 2014

Posições dos pés no ballet

Uma das primeiras coisas que aprendemos nas aulas de ballet são as posição dos pés. Isso mostra a importância de fazê-las bem feitas. Tudo que for fazer daqui para frente vai precisar delas. Atente-se a cada detalhe e decore-as!

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


1ª posição os pés devem estar en dehors (abertos) , calcanhares se encontrando (se você for iniciante, e não consegue juntar os calcanhares, pode afastá-los um pouco); a cava do pé deve estar para cima (borda externa do pé toda no chão). Os braços ficam abaixo da altura do seio à frente, arredondados.


2ª posição os pés devem ficar mais distanciados e en dehors, calcanhares afastados um do outro; a cava do pé continua para cima e a base do pé firme ao chão. Os braços agora continuam arredondados, só que abertos para os lados. Eles não devem ultrapassar dos ombros. Cuidado! A mão segue a linha do braço. Não deixe a mão caída. Fica muito feio.



3ª posição é menos utilizada que as outras, e menos conhecida também. Consiste em pés en dehors, calcanhar da perna de base "colado" atrás do calcanhar calcanhar da perna à frente. O braço da perna de trás deve estar arredondado e baixo ou à frente do tronco, enquanto o braço da perna da frente fica aberto como o braço da segunda posição, sem flexionar o corpo para o lado do mesmo, podendo este ser diferente.




4ª posição se assemelha à terceira, mas os pés encontram-se afastados, um mais à frente do outro. Os calcanhares tem que se encontrar em linha (como na foto), ou então, se você já consegue, a ponta do pé da perna de base faz linha com o calcanhar da perna à frente e vice-versa. A preocupação na quarta posição é para que o pé não fique "torto", então deve-se mantê-lo bem aberto (isso se deve à colocação da coxa bem en dehors), seguindo o princípio da cava do pé das outras posições. O braço da perna de trás deve ficar levantado e arredondado, ligeiramente mais à frente que a cabeça, enquanto o braço da perna da frente fica aberto para o lado da perna, arredondado.




5ª e última posição mostra-se como uma das mais difíceis juntamente com a quarta, pois deve-se manter os pés o mais aberto possível, e as coxas às vezes impedem isto. Nela, a ponta do pé de base fica exatamente atrás do calcanhar do pé da frente, com as coxas bem juntas uma a outra. Os dois braços devem erguer-se de forma arredondada igualada, mantendo-se sempre ligeiramente à frente da cabeça e as mãos a uma distância mais ou menos de 3 a 4 dedos.




6ª posição, ou pés paralelos, existe, mas não como uma posição. São executados em alguns exercícios, de alongamento principalmente. Os dois pés, como o nome diz, devem ficar juntos e paralelos, apontando para a frente. Aliás, se os pés paralelos fossem a 6ª posição, porque este conjunto se chamaria "Cinco Posições

sexta-feira, 14 de março de 2014

Cia Dani Lima realiza oficina e espetáculos gratuitos na Arena Jovelina Pérola Negra


Cia Dani Lima realiza oficina e espetáculos gratuitos na Arena Jovelina Pérola Negra

Companhia apresenta na Pavuna o espetáculo infantil "Pequena coleção de todas as coisas" e o adulto "100 Gestos"

No próximo dia 15 de março, às 14h, a Cia Dani Lima promove na Arena Jovelina Pérola Negra a oficina "Ginástica dos afetos", destinada para as crianças. A aula visa partilhar os exercícios e experiências do processo de criação do espetáculo infantil "Pequena coleção de todas as coisas", que, junto com o espetáculo adulto "100 gestos" terão apresentações na Pavuna nos dias 15 e 18/03. A entrada é gratuita.


Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


A oficina

A metodologia da oficina é centrada em exercícios de improvisação, jogos, desafios e brincadeiras ligadas aos gestos, ações e objetos do cotidiano, onde crianças e familiares são convidados a participar. Ao longo de 60 minutos, Dani Lima e os bailarinos de sua companhia abordarão, de forma lúdica, elementos de consciência corporal, contato-improvisação e dança contemporânea. Através de exercícios individuais e em grupo serão trabalhadas noções básicas de espaço e tempo, e estimulados o gosto e a audácia de criar movimentos, assim como a capacidade de escuta e de concentração, e a prática coletiva.

Na oficina, a dança será o resultado do agrupamento de frases e partituras de gestos e movimentos do dia a dia. Os objetos do cotidiano farão parte das composições, estimulando também novas e poéticas formas de percebê-los e de usá-los.

Espetáculo infantil - "Pequena coleção de todas as coisas"

"Pequena coleção de todas as coisas", de 2013, é uma adaptação para crianças do espetáculo "Pequeno inventário de lugares-comuns", de 2009, que teve grande sucesso de público e crítica. Nasceu da proposta de levantar listas com as ações, gestos e objetos do cotidiano.

Nesta nova versão, quatro bailarinos investem em jogos com movimentos, palavras e objetos para recriar inventários poéticos das banalidades do dia a dia. Inventar novas categorias para agrupar a cada vez de uma forma diferente uma centena de objetos - bule, lanterna, garrafas PET, capacete, cobertor, chicletes, fita métrica, etc - de cores, formas, tamanhos e funções distintas, e que passeiam pelo palco, criando composições que reconfiguram a percepção habitual que se tem deles. Coisas de aniversário, de ir à praia, de fazer chorar. O impulso inventariante de Dani Lima, que vem norteando o seu trabalho há 15 anos, se transforma num espetáculo para as crianças de todas as idades.

Ficha técnica

Direção: Dani Lima
Criação e interpretação: Carla Stank, Laura Samy, Lindon Shimizu e Renato Linhares
Assistência de direção: Keli Freitas
Ambientação: Dani Lima, Erika Schwarz e João Modé
Objetos: Dani Lima, Erika Schwarz e João Modé, com colaboração de toda a equipe
Direção musical: Rafael Rocha e Rodrigo Marçal
Figurinos: Valéria Martins
Iluminação: Renato Machado
Programação visual: João Modé
Operação de luz: Tamara Torres
Operação de som: David Cole
Fotos: Renato Mangolin
Produção executiva: Priscilla Kern
Direção de Produção Bárbara Fontana

Espetáculo adulto - "100 gestos"

"100 gestos" é o resultado de 2 anos de pesquisa sobre os gestos do século XX. Transita dos requebros de quadris do rock dos anos 50 à comunhão eletrônica das raves, de Isadora Duncan a Michael Jackson, da elegância marcial ao exagero kitsch, do modernismo ao videogame, do indivíduo ao coletivo, num caleidoscópio de gestos icônicos, ações cotidianas, intenções, posturas e trejeitos.
Em cena, seis bailarinos de formações e histórias distintas, passeiam por referências corporais que os marcaram, experimentando corpos fragmentados, que zapeiam por entre corporeidades reconhecíveis, misturando-as, deformando-as, sobrepondo-as, profanando-as.
Ficha técnica
Direção: Dani Lima
Intérpretes-criadores: Bernardo Stumpf, Carla Stank, Eleonore Guisnet, Lindon Shimizu, Rodrigo Maia, Thiago Gomes e Tony Hewerton
Assistência de direção: Milena Codeço
Colaboração: Laura Samy
Dramaturgia: Dani Lima e Alex Cassal
Direção musical: Rodrigo Marçal
Ambientação: João Modé
Iluminação: Adriana Ortiz
Figurinos: Valéria Martins
Programação visual: João Modé
Operação de luz: Tamara Torres
Operação de som: David Cole
Fotos: Fabio Seixo
Produção executiva: Priscilla Kern
Direção de Produção Bárbara Fontana


SERVIÇO

Oficina - Ginástica dos afetos
Data: 15/03 (sábado)
Horário: 14h às 15h
Local: Arena Jovelina Pérola Negra (Praça Ênio S/N - Pavuna - ao lado da Escola Telêmaco)
Telefone: 2886-3889
Classificação: Livre (indicada para crianças a partir dos 4 anos e pais)
Capacidade: 50 pessoas
Inscrições: pelo email ciadanilima@gmail.com ou pessoalmente na Arena
Entrada gratuita

Espetáculo - Pequena coleção de todas as coisas
Data: 15/03 (sábado) e 18/03 (terça-feira)
Horário: 15/03, às 16h30; 18/03, às 14h
Local: Arena Jovelina Pérola Negra (Praça Ênio S/N - Pavuna - ao lado da Escola Telêmaco)
Telefone: 2886-3889
Capacidade: 330 pessoas
Classificação: Livre
Duração: 50 min
Entrada gratuita

Serviço espetáculo - 100 gestos
Data: 15/03 (sábado) e 18/03 (terça-feira)
Horário: 19h
Local: Arena Jovelina Pérola Negra (Praça Ênio S/N - Pavuna - ao lado da Escola Telêmaco)
Telefone: 2886-3889
Capacidade: 330 pessoas
Classificação: 14 anos
Duração: 90 min
Entrada gratuita

quinta-feira, 13 de março de 2014

#ESPETÁCULOS - O que me toca é meu também


Pela primeira vez no Rio, "O que me toca é meu também" tem únicas apresentações no Galpão Gamboa

Espetáculo da Cia Instrumento de ver une teatro, dança e acrobacias aéreas

Inédito no Rio de Janeiro, o mais recente espetáculo do coletivo brasiliense Instrumento de ver, "O que me toca é meu também", tem apresentações no teatro Galpão Gamboa nos dias 15, 16 e 16/03 (sábado, domingo e segunda). Com direção e concepção dramatúrgica de Raquel Karro, que já integrou projetos de companhias como Cirque Du Soleil, Intrépida Trupe, Armazém Cia de Teatro e Cia dos Atores, o espetáculo une no mesmo espaço cênico dança, circo e teatro de forma poética e feminina. A peça integra a programação do Gamboavista 3.


Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


Em cena, as intérpretes Julia Henning e Maíra Moraes transitam pelo universo da acrobacia aérea, em uma trajetória cênica que inclui memória, reprodução, imitação e criação. Em um cenário que reproduz uma sala de ensaio, elas interpretam uma coreografia na íntegra, da mesma forma que um cover em um show de música; representam a tentativa de copiar em tempo real um número do youtube e revivem um circo cigano a partir de uma história contada. Reverência e reinvenção conduzem o público a lugares tão díspares quanto uma sala de ensaio no Planalto Central ou uma lona de circo armada no coração de Paris.

"Queremos transportar o público a partir da imaginação, brincando com a quarta parede e com nossas relações com a plateia. Além disso, trazemos nosso ambiente de ensaio para o palco com a intenção de falar sobre a criação e de onde veem as inspirações", afirma a atriz acrobata Julia Henning.

Histórico

"O que me toca é meu também" foi montado no final de 2011 e início de 2012, entre a ponte aérea Rio-Brasília. Estreou em uma temporada no Teatro SESC Gama, no Teatro Newton Rossi em Ceilândia/DF e no Teatro Plínio Marcos, na FUNARTE Brasília, abrindo o Festival Mulheres em Cena, em abril e maio de 2012. Foi também convidado para o Festival NOVADANÇA, na Sala Martins Penna do Teatro Nacional, para o Festival Paulista de Circo e agora se prepara para uma temporada no RJ, SP e RS.

Coletivo Instrumento de ver

Instrumento de Ver é um coletivo de circo, teatro, dança e música, atuante no cenário cultural de Brasília desde 2002. Tem como objetivo fortalecer as artes por meio da criação e produção de projetos culturais focados na auto-sustentabilidade que proporcionem experiências originais ao público, além de contribuir com a profissionalização do mercado cultural brasiliense e com a difusão artística.


Sobre o Gamboavista 3: 

Sucesso em 2011 e no primeiro semestre de 2013, o projeto artístico Gamboavista está de volta ao Galpão Gamboa para reapresentar importantes espetáculos que já passaram pelos palcos do país. Nessa terceira edição, que teve início em outubro e segue até março, o projeto abre espaço também para programação infantil e para companhias de outros estados. A curadoria é de Cesar Augusto.

Sobre o Galpão Gamboa:

O Galpão é um espaço para a experiência da liberdade cultural, das trocas afetivas que a convivência social proporciona. O projeto reúne cultura, esporte e saúde atestando seu compromisso com o bem-viver e a responsabilidade social, oferecendo aos frequentadores o que lhes é de direito e preciso para se tornarem cidadãos.

O Teatro do Galpão Gamboa foi inaugurado em agosto de 2010, com o espetáculo "Pterodátilos", de Nick Silver, com direção e adaptação de Felipe Hirsch e Marco Nanini e Mariana Lima no elenco. Com a primeira e segunda edição do Gamboavista e os projetos Rota Gamboa e Dança Gamboa, o espaço já recebeu mais de 60 montagens, entre teatro adulto e infantil.


Ficha técnica - "O que me toca é meu também"
Direção e dramaturgia: Raquel Karro
Intérpretes criadoras: Julia Henning e Maíra Moraes
Diretor assistente: Daniel Lacourt
Coreografias: Raquel Karro
Trilha sonora original: Luiz Oliviéri
Diretor de arte, cenário e figurino: Roustang Carrilho
Iluminação: Abaetê Queiroz
Pinturas de Gabriel Marx - PLIC!
Direção técnica: Daniel Lacourt
Contra-regras: Zeca Moysés, Daniel Lacourt e Vini Martins
Produção: Rita Andrade

Números revisitados:

"Coisa que dá e passa" ou "Ausência"
Direção coreográfica: Dani Lima

"Beatriz"
Vídeo: ClipClipUha
Direção e coreografia: Raquel Karro
Intérprete criadora: Beatrice Martins

Realização: Cia Instrumento de Ver
Parceria: Traços Aéreos


Serviço:

Datas: 15, 16 e 16/03
Horário: Sábado, às 21h; domingo e segunda, às 20h
Local: Galpão Gamboa - Teatro
Capacidade: 80 pessoas
Endereço: Rua da Gamboa, 279 - Centro - RJ
Telefone: (21) 2516-5929
Classificação: 12 anos
Duração: 60 minutos
Gênero: Circo teatro
Ingressos: R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia) /R$ 5 (para moradores dos bairros da Zona Portuária, apresentando comprovante de residência)
Vendas de Ingressos:
- Na bilheteria do Galpão: Terça a quinta: das 14h às 19h (nos dias de espetáculo a bilheteria funciona das 14h até a abertura da sala ou até se esgotarem os ingressos)